Primeiro trem turístico da América Latina movido a energia solar ligará Norte da Argentina ao Peru

O “Tren de la Quebrada”, como será chamado, irá conectar a província de Jujuy, no noroeste da Argentina, à Cusco, no Peru. O projeto para o primeiro trem Latino Americano movido a energia solar fotovoltaica será divido em etapas. A primeira delas vai conectar as cidades de Volcán com Purmamarca e Maimará, todas no norte da Argentina.

De acordo com nota oficial da Câmara Nacional de Turismo do Peru (CANATUR), a primeira etapa do projeto foi iniciada em fevereiro de 2018 e deve ser entregue em agosto deste ano (2019).

O projeto completo para o primeiro trem solar da América Latina é ousado. A ideia é ligar o trajeto dessa primeira etapa com a malha ferroviária da Bolívia, passar por Cusco, no Peru, e chegar à cidade perdida dos Incas, Machu Picchu, também no Peru. Entretanto, apenas a primeira etapa possui previsão para conclusão das obras. O trem solar terá apenas um vagão, com capacidade para atender a 240 passageiros. A velocidade do “Tren de la Quebrada” será de 30km por hora, por se tratar de um transporte turístico, essa é a velocidade ideal para curtir a viagem e apreciar as belas paisagens da Argentina e do Peru.

Tecnologia

O projeto do primeiro trem solar Latino Americano envolveu técnicos e especialistas Australianos em energia fotovoltaica responsáveis pelo trem solar de Byron Bay, em New South Wales (Austrália). O trem vai funcionar com painéis fotovoltaicos nos telhados. Sua propulsão será realizada através de energia solar e diesel hidráulico. O investimento para a primeira etapa do “Tren de La Quebrada” é de 9 milhões de dólares, já para a segunda será de 6 milhões.

Já dá vontade de programar para 2020 uma visita ao país vizinho para conferir as belas paisagens dentro do primeiro trem solar da América Latina! Parabéns aos nossos países vizinhos viabilizarem o projeto.

Imagem do primeiro trem movido 100% a energia solar, na Austrália. A Byron Bay Railroad Company restaurou um modelo antigo de trem e o transformou no primeiro trem do mundo movido a energia solar. | Crédito da imagem: byronbaytrain.com.au

Juliana Garcia