A sustentabilidade é um assunto bastante debatido nos dias atuais. No mundo dos negócios não é diferente. As empresas sustentáveis são aquelas que adotam um conjunto de ações com foco no respeito ao meio ambiente e no desenvolvimento da sociedade como um todo.

Nesse sentido, para que uma organização seja considerada sustentável, ela deve adotar práticas que integrem as questões ambientais e sociais ao resultado econômico. Embora seja um grande desafio, vários pesquisadores e autores de estudos sobre estratégia empresarial acreditam que o equilíbrio destes três pilares é chave para ter diferenciais competitivos que promovam o crescimento de longo prazo das empresas.

Entre as vantagens, é importante ressaltar que a sustentabilidade empresarial é capaz de melhorar a imagem organizacional e conquistar mais credibilidade junto aos consumidores, fornecedores e à sociedade.

Além disso, as empresas sustentáveis de verdade não fazem isso, unicamente, como uma forma de explorar o “marketing verde” — uma estratégia de promoção de produtos com apelo ambiental. Elas apresentam resultados significativos e práticos a favor do meio ambiente e das pessoas, que se traduzem em mais lucros para seus acionistas.

Neste texto, vamos mostrar algumas empresas sustentáveis que estão apostando em energia solar e destacar quais vantagens de se investir nessas práticas. Acompanhe!

 

Empresas sustentáveis aproveitam os benefícios da energia solar

Nos dias atuais, são raras as empresas que não praticam ao menos algumas ações sustentáveis. Esse número cresce cada vez mais no Brasil e no mundo e hoje vemos como o mercado sustentável está mudando o curso de diversas organizações.

Abaixo, destacamos algumas marcas que estão apostando nessa área:

  • Google: investimento de bilhões para ter energia 100% renovável;
  • Walmart: a rede de supermercados não mede esforços para praticar ações sustentáveis e, entre elas, destaca-se a utilização de energia solar em suas lojas;
  • Ambev: a empresa de capital aberto brasileira, que produz bens de consumo, assumiu em 2017 o compromisso de que a eletricidade utilizada em suas operações seja proveniente de fontes renováveis;
  • Fedex: a corporação americana, que atua no setor dos correios, também está envolvida em ações de responsabilidade ambiental. Em suas atividades, destaca-se o esforço para reduzir as emissões de gases do efeito estufa e o desperdício de energia;
  • Ikea: a rede sueca, que atua com móveis para residências, adota inúmeras medidas voltadas para a eficiência energética. A empresa produz uma energia totalmente renovável e se comprometeu a fazer grandes doações a favor do meio ambiente;
  • Apple: uma das marcas mais influentes no ramo da tecnologia, a Apple utiliza energia solar em mais de 95% das suas instalações em todo mundo. Seus datas centers, por exemplo, funcionam à base de energia solar, hidráulica e eólica.

 

Modelo de negócio com foco no crescimento sustentável

Nesse contexto, vale destacar que todas essas e muitas outras organizações estãoenvolvidas em um movimento mais abrangente, cujo objetivo é impulsionar os modelos de negócios com foco no crescimento sustentável.

Com isso a ideia, conforme já destacamos neste texto, é alinhar o progresso econômico e a preservação ambiental e social. Naturalmente, não são apenas as grandes empresas que estão adotando esses tipos de ações. Na verdade, isso trata-se de uma tendência em organizações de todos os tamanhos.

A crise energética enfrentada pela indústria e o comércio nos últimos anos, por exemplo, conscientizou empresários sobre a importância da sustentabilidade para os seus negócios, e como ações neste sentido podem se traduzir em economias e diferenciais competitivos. Neste cenário, todos os olhares se voltaram para soluções como a energia solar.

 

Ações de estímulos a favor das energias limpas e renováveis

Governos ao redor do mundo tentam incentivar a adoção de fontes de geração de energias renováveis, tornando suas economias mais competitivas e resilientes. No Brasil não é diferente. Felizmente, os painéis fotovoltaicos se beneficiam de alíquota reduzida para importação e são isentos de ICMS. A regulamentação do sistema de compensação de energia, instituído pela resolução 482 da ANEEL também torna o investimento em geração própria super rentável, ao permitir que consumidores injetem eventuais excedentes de energia na rede elétrica, gerando créditos energéticos que podem ser compensados nos momentos onde o consumo for superior à geração.

Também vale lembrar que, entre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, destaca-se o item 7, que tem o objetivo de “assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia, para todos”.

Nesse sentido, além de garantir que todas as pessoas tenham pleno acesso à energia — segundo a ONU, quase 1 bilhão de pessoas no mundo não tem acesso à eletricidade —, é preciso que essa energia fornecida seja barata e limpa, como é a luz solar.

Com isso, esses dados e informações nos levam a concluir que a energia solar para empresas tornou-se uma ótima alternativa para os comércios e as indústrias de diferentes portes. Os benefícios são diversos e, a seguir, vamos te mostrar algum deles:

 

Vantagens de ações com foco no investimento em energia solar

As vantagens são inúmeras e, aqui, destacamos o que ganham consumidores, meio ambiente, sociedade e empresas. Confira!

Para os consumidores:

  • Redução dos custos com energia;
  • Segurança energética reforçada;
  • Instalação simples, sem necessidade de obras;
  • Alta rentabilidade sobre o capital investido, com payback em menos de 3 anos em alguns casos;
  • Alternativas de financiamento onde a amortização pode ser menor do que a economia;
  • Garantia de performance de 25 anos;
  • Manutenção extremamente simples. Sistema precisa apenas de limpeza nas épocas mais secas do ano.

 

Para o meio ambiente:

  • Fonte limpa e renovável;
  • Projetos com baixo impacto ambiental;
  • Redução das emissões de CO2, em linha com os compromissos assumidos pelo país no Acordo de Paris;
  • Diversificação da matriz energética;
  • Melhor alternativa para atender à expansão da demanda, em função da inviabilidade de se desenvolverem novas usinas hidrelétricas no Brasil;
  • Redução da necessidade de realizar investimentos em fontes poluentes.

 

Para a sociedade:

  • Geração de emprego e renda;
  • Maior autonomia aos indivíduos, que têm a opção de gerar a própria energia sem depender do governo para tanto;
  • Perdas de energia reduzidas com a geração próxima dos centros de carga;
  • Evita investimentos em transmissão.

 

Como podemos concluir, esse movimento de empresas sustentáveis, que investem em práticas como a energia solar, está longe de ser algo passageiro. É, definitivamente, o nosso presente e, principalmente, o futuro.

Por isso, caso você queira se destacar no mercado e se diferenciar em relação aos concorrentes, sugerimos que coloque essas ideias em prática. Afinal, as ações sustentáveis só crescem e você não vai querer ficar para trás, não é?

Se você acha que é o momento de contar com um sistema de energia de solar em sua empresa, faça contato com a gente. Estamos preparados para tirar suas dúvidas e ajudá-lo a tomar as melhores decisões.

Elisa Meira Bastos