Antes de instalar qualquer sistema de energia solar fotovoltaica em telhados, coberturas ou fachadas, uma análise estrutural deve ser realizada. Esse é apenas um dos fatores que garante um projeto de qualidade para um sistema fotovoltaico. Entretanto, é comum vermos imagens sendo compartilhadas de telhados, com sistemas fotovoltaicos, que rompem após uma chuva forte ou tempestade de vento. 

Acompanhando essas imagens, geralmente vem o questionamento: o sistema de energia solar danificará o meu telhado? Ele será mesmo resistente a tempestades, chuva de granizo ou vento forte?

Respondendo à primeira pergunta: não, a instalação de um sistema fotovoltaico não prejudicará em nada o seu telhado. Além disso, trata-se de um processo simples, sem a necessidade de grandes obras ou quebra-quebra. Além disso, as placas solares são resistentes a chuva de granizo e todo o sistema é resistente a fenômenos naturais como tempestades e ventos fortes. 

Então por que os telhados seguem caindo e as imagens circulando pelas redes sociais? Bom, ao invés de culpar o vento ou todo o setor de energia fotovoltaica, a pergunta que deveria estar sendo feita é: antes da instalação do sistema fotovoltaico foi feita uma análise estrutural do telhado? Porque, se não, deveria…

A importância do cálculo estrutural

Não se deve, nunca, apenas instalar sistemas fotovoltaicos, sem qualquer preocupação com a cobertura que irá receber os painéis e as estruturas de fixação. Por exemplo, para se ter uma ideia, somando placas e essas estruturas, gera-se uma sobrecarga no telhado de, aproximadamente, 15 kgf/m2. É muita coisa! 

O que o mercado precisa entender é que um projeto fotovoltaico é um projeto de engenharia que não deve ser simplificado. Comprar placas solares em distribuidoras ou lojas físicas e realizar sua instalação seguindo uma espécie de manual com passo-a-passo é perigoso. O rompimento de um telhado ocasiona danos materiais e pode causar perdas de vidas humanas. Portanto, instalar sistemas de energia fotovoltaica sem que um engenheiro faça uma avaliação do telhado é crime de responsabilidade.

A culpa não é da natureza!

Aconteceu uma tempestade de vento e o telhado rompeu? Embora essa seja uma preocupação comum, é importante entender que a engenharia prevê os fenômenos naturais. Por isso, a empresa responsável pelo projeto e pela instalação do sistema de energia solar deve possuir um engenheiro especialista – ou buscar o auxílio desse profissional – para realizar a avaliação do telhado ou laje onde o sistema será instalado e, se julgado minimamente necessário, realizar também a análise estrutural completa. Existem duas especialidades da engenharia que capacitam o profissional a fazer esses cálculos: civil e mecânica.

Sistema fotovoltaico instalado a partir de um projeto de engenharia.

Mas o que é a análise estrutural?

É na análise estrutural que são realizadas verificações quanto às ações das cargas gravitacionais, da sobrecarga acidental e de fenômenos naturais como o vento. Trata-se de um trabalho de relativa complexidade, que leva em conta diversas normas técnicas, dentre as quais vale ressaltar:

  • Dimensionamento de estruturas de aço constituídas por perfis formados a frio (ABNT NBR 14762/2010)
  • Projeto de estruturas de aço e de estruturas mistas de aço e concreto de edifícios (ABNT NBR 8800/2008)
  • Cargas para o cálculo de estruturas de edificações (ABNT NBR 6120/1980)
  • Forças devidas ao vento em edificações (ABNT NBR 6123/1988)
  • Ações e segurança nas estruturas (NBR 8681/1984)

Após realização de todas essas análises (entre outras), o engenheiro responsável saberá dizer se há ou não a necessidade de se fazer um reforço estrutural no local de instalação do sistema fotovoltaico. E, se houver a necessidade, ela não deve, em hipótese alguma, ser ignorada. 

A importância de um projeto de qualidade

Importante destacar que, na maioria dos casos, o reforço estrutural não se faz necessário. Entretanto, existem muitos casos onde, durante a avaliação estrutural, o engenheiro se depara com estruturas construídas fora das normas ou já danificadas por alguma razão. Nesses casos, um reforço estrutural seria necessário independente da instalação ou não de um sistema fotovoltaico. E, ignorando esses aspectos ou não tendo conhecimento deles, o rompimento do telhado em algum momento pós-instalação é quase certo.

Em suma, o ponto principal é: um projeto fotovoltaico é um projeto de engenharia. E todo projeto de engenharia que se preze não dá chance ao azar. Por isso, não culpe a tempestade de vento. Afinal, um projeto fotovoltaico feito com qualidade não sofrerá danos com chuvas fortes, chuva de granizo ou vendavais. 

Se você está à procura de uma empresa séria, com profissionais qualificados para desenvolver o seu sistema de energia solar fotovoltaica, entre em contato com a gente pelo telefone (31) 3225-8049 e faça um orçamento.

Por Guilherme Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 3 =