Geração de Energia Distribuída

A Geração Distribuída no Brasil foi instituída em 2012, através da resolução 482 da ANEEL. Ela permite que consumidores de energia possam gerar a própria energia através de fontes renováveis e transferir a energia excedente à rede das concessionárias de distribuição.

O Brasil adotou um sistema de compensação, conhecido como Net Metering, ou medição líquida. Nesse sistema, quando a geração de energia é maior do que o consumo, o excedente é injetado na rede de distribuição, gerando créditos energéticos. Dessa forma, nos momentos onde não há geração, ou quando esta não é suficiente para suprir todo o consumo, a energia é fornecida normalmente pela concessionária.

No fim do mês, o valor a ser pago à concessionária corresponde à diferença entre a geração e o consumo. Caso o saldo da geração seja positivo, os créditos energéticos podem ser utilizados nos 60 meses subsequentes. Esses créditos também podem ser utilizados para compensar a fatura de energia de outros pontos consumidores dentro da área de concessão de uma mesma distribuidora.

Uma das grandes vantagens da geração distribuída é que o sistema funciona conectado à rede da distribuidora. Isso elimina a necessidade de baterias, já que o excedente é transformado em créditos energéticos. Outro ponto positivo é a garantia de que a energia fornecida à sua casa ou empresa terá sempre os mesmos níveis de tensão e frequência daqueles fornecidos pela concessionária.

Economia

O investimento em um sistema de energia solar se paga em cerca de 5 anos. Isso ocorre devido à alta nos preços da energia e à forte queda nos custos dos sistemas fotovoltaicos ao longo dos últimos 10 anos.

Como há garantia de performance de 25 anos, é o equivalente a ganhar 20 anos de energia gratuita. Ainda, ao instalar um sistema solar, o consumidor se blinda dos aumentos futuros na conta de luz. Na verdade, quanto mais as tarifas de energia subirem, mais ele estará economizando.

Na situação em que a Astra Solar faz o investimento na usina geradora, o benefício é ainda maior. Nesse caso, os nossos clientes se beneficiam de um desconto imediato no valor da energia consumida sem terem que fazer qualquer investimento.

FALE COM UM CONSULTOR

 

Geração Distribuída Fotovoltaica

Um sistema de energia solar fotovoltaico, também chamado de sistema de energia solar, é um sistema capaz de gerar energia elétrica através da irradiação solar. Existem dois tipos básicos de sistemas fotovoltaicos: Sistemas Isolados (Off-grid) e Sistemas Conectados à Rede (Grid-tie).

Os Sistemas Isolados são utilizados em locais remotos, não atendidos pela rede elétrica, ou onde o custo de se conectar à rede é muito elevado. Os sistemas isolados armazenam a energia em baterias para períodos onde a geração de energia não é suficiente para suprir a demanda. Já os Sistemas Conectados à Rede, funcionam de forma complementar à rede elétrica e servem para compensar a energia consumida 

da concessionária. Por contar sempre com a energia da rede elétrica, esses sistemas não utilizam baterias. Em momentos onde a geração é insuficiente para suprir a demanda, a energia é fornecida normalmente pela concessionária. Já em momentos onde a geração é maior do que a demanda, a energia é injetada na rede elétrica, gerando créditos que podem ser aproveitados futuramente. 

A geração distribuída é caracterizada por Sistemas Conectados à Rede, onde a energia é gerada junto aos pontos de consumo. Nessa modalidade o consumidor passa também a produzir parte de sua energia, o caracterizando como um “Prosumidor”.

1. CAPTAÇÃO

Os painéis fotovoltaicos captam a energia solar e a convertem em corrente elétrica. A quantidade e o tipo dos painéis depende do volume de energia a ser gerado e também do tipo de aplicação.

2. CONVERSÃO

O inversor recebe a energia gerada pelos painéis solares, em corrente contínua, e a converte para corrente alternada, com os mesmos parâmetros de tensão e frequência da energia fornecida pela rede elétrica. Assim, todos os equipamentos elétricos funcionam normalmente.

3. CONSUMO

Você consome a energia que foi produzida pelo seu sistema ao longo do dia. Nos momentos onde não há geração, ou esta é insuficiente para suprir todo o seu consumo, a energia elétrica é fornecida normalmente pela concessionária.

4. COMPENSAÇÃO

Caso você não consuma toda a energia solar produzida, o excedente vai para a rede da concessionária de energia, gerando créditos energéticos que podem ser utilizados em até 60 meses.

Benefícios da energia solar distribuída:

Preencha o formulário e receba uma
proposta personalizada da astra solar

Peça já o seu orçamento


Dúvidas
sobre quanto
investir?

faça uma simulação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *