O sol é um combustível abundante e renovável. Além de produzir uma energia limpa e sustentável, o sol proporciona a geração de energia praticamente de forma infinita. Por esses motivos já é possível constatar que investir na produção de energia solar é extremamente vantajoso!

Como a utilização de sistemas fotovoltaicos ainda é algo novo no Brasil, muitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre o seu funcionamento e suas vantagens. Além disso, muitos ainda acreditam que os custos para a instalação de um sistema podem ser elevados, por isso muitos ainda acreditam que devem esperar um pouco mais para investir no setor ou esperam pela redução do preço de um sistema.

Se você ainda possui essa dúvida, hoje, nós vamos te apresentar alguns dados para te ajudar esclarecer essa questão entre investir em um sistema fotovoltaico ou esperar o preço cair.

A queda de preço da energia solar em alguns anos

Devido a avanços tecnológicos, ganhos de escala e ao aprimoramento dos processos de fabricação, o preço dos equipamentos fotovoltaicos vem caindo de maneira considerável. Só na última década os custos com um sistema caíram cerca de 60%!

Para você entender melhor, o custo de um sistema fotovoltaico está ligado diretamente com os preços dos painéis solares, da utilização de inversores, de uma estrutura de fixação dos painéis nos telhados e o custo de instalação.

Mesmo com a queda nos custos de um sistema, os painéis ainda representam a maior parte dos custos, e naturalmente as pessoas acreditam que devem esperar um pouco mais para adquirirem o seu próprio sistema. No entanto, se colocarmos em uma balança os prós e os contras, você vai perceber que quanto mais adiar a decisão de produzir a sua própria energia, mais caro você estará pagando pela sua energia e deixando de economizar mensalmente na sua conta de luz.

Vale ressaltar que nos últimos anos as tarifas de energia cobradas pelas concessionárias aumentaram drasticamente. Isso se deve ao fato dos longos períodos de seca no país, uma vez que o Brasil depende de hidrelétricas para gerar a maior parte de sua matriz energética, e para suprir a demanda de energia acaba utilizando termoelétricas, que possuem um custo maior na produção de energia, além de serem mais poluentes.

Todo esse custo na produção de energia é repassado para o consumidor final, ou seja, você é impactado diretamente com toda oscilação de preço de tarifa. Assim sendo, os sistemas de painéis solares de hoje funcionam melhor do que nunca e ainda custam menos dinheiro! Isso sem contar nos benefícios para o meio ambiente, já que você estará produzindo uma energia limpa.

A queda de preço da energia solar em alguns anos

Vamos te mostrar agora de uma maneira mais prática um exemplo para que você entenda como o efeito do aumento da tarifa impacta no valor da sua conta de energia e como um sistema fotovoltaico se torna ainda mais vantajoso.

Tomamos como base o seguinte exemplo prático: a conta média mensal de energia elétrica de um consumidor residencial trifásico situado em Minas Gerais é de R$ 500,00 e sua tarifa é de R$ 0,90/kWh. Logo, o seu consumo médio é de 555 kWh por mês. Nos patamares atuais, para esta faixa de consumo e valor de tarifa, o payback do investimento se dá menos de 4 anos.

O sistema projetado deverá gerar em média 455 kWh por mês, economizando ao consumidor R$ 410,00 e reduzindo a sua despesa mensal com a concessionária para apenas R$ 90,00. Ou seja, o sistema irá custar cerca de R$ 17.600,00 e gerar uma economia anual de R$ 5.000,00. Essa economia ainda deve crescer em função do aumento do preço da energia, mas para sermos conservadores vamos deixar de considerar a inflação energética.

Então vale a pena investir agora ou aguardar?

Os consumidores de energia têm a opção de investir em um sistema agora, ou esperar o próximo ano. Comparando as duas possibilidades é fácil concluir que é mais vantajoso instalar o sistema imediatamente.

Observem no gráfico abaixo que, embora ainda haja potencial para redução no valor da energia solar, esta já é uma tecnologia bem madura. Já estamos no final da curva exponencial de queda de preços. Em função disso, como já comentamos aqui no blog, em muitos casos a energia solar já é a fonte mais barata de energia disponível, como noticiado recentemente pelo site de notícias Bloomberg.

Podemos concluir que é mais interessante investir em energia solar, tanto para empresas quanto para consumidores residenciais. Além de valorizarem o imóvel, os painéis geram uma energia limpa e sustentável de forma abundante e promovem uma economia significativa ao final do mês na conta de luz.

Uma vez que você reduz esse custo fixo, você tem mais dinheiro disponível para investir na sua empresa e se tornar mais competitivo ou então ter mais dinheiro para poupar para a sua aposentadoria, investir na educação dos seus filhos ou até mesmo guardar mais dinheiro para fazer aquela viagem dos sonhos!

Ficou interessado em produzir a sua própria energia renovável e ter uma economia na sua conta de energia? Entre em contato com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *