A Astra Solar sempre informa aos seus clientes que a manutenção no sistema de energia solar fotovoltaica é extremamente simples e de baixo custo, no entanto muito importante. Decidimos criar este artigo para fornecer ao leitor algumas boas práticas de manutenção e também alguns números referentes ao ganho que a manutenção adequada pode proporcionar.

manutenção no sistema de energia solar

Por que limpar os módulos?

O papel da manutenção é garantir que o sistema fotovoltaico continue gerando energia ao longo de toda a vida útil nos mesmos níveis de performance esperados durante a elaboração do projeto. Desta forma, o impacto da falta de manutenção é justamente a possibilidade de perda de performance, reduzindo a geração de energia e a consequente economia do consumidor.

Dentre os procedimentos a serem realizados pelo proprietário do sistema, o principal é a simples limpeza dos módulos fotovoltaicos. A limpeza remove impurezas que podem se acumular nos módulos com o tempo, tais como poeira, folhas e fezes de pássaros.

Estudos conduzidos em 2010 pelo instituto americano Electric Power Research Institute (EPRI) reportam que a perda de performance anual dos módulos por degradação, normalmente próxima a 0,75%, pode alcançar valores de 1-5% caso não seja realizada a limpeza.

Um dos efeitos da falta de limpeza que acentua a degradação dos módulos é conhecido como “hotspot”, que é o aquecimento excessivo de alguma(s) célula(s) do módulo. O aquecimento é causado pelo direcionamento de uma corrente elétrica excessiva para um determinado conjunto de células que esteja sendo sombreada, podendo causar, dentre outras consequências, a trinca do vidro módulo naquela área. Uma das principais causas dos “hotspots” é o depósito de fezes de pássaros.  

hotspot+módulo fotovoltaico

Paralelamente, além da acentuação da degradação anual dos módulos, a perda de performance momentânea causada pelo acúmulo de impurezas pode chegar a 15%. Desta maneira, por exemplo, um sistema mal cuidado que esteja gerando 400 kWh por mês poderia estar gerando na verdade 470 kWh.

Considerando a tarifa residencial da CEMIG nos patamares atuais (R$ 0,85/kWh – março de 2017), isso implica em deixar de economizar R$ 714,00 extras por ano, podendo aumentar o tempo de payback do projeto de 5 para 6 anos!

A melhor maneira de medir os benefícios da limpeza é comparar os resultados da geração de energia antes e após o procedimento.

Quando e como limpar os módulos?

limpeza dos módulos fotovoltaicos

A frequência com que deve ser realizada a limpeza dos módulos varia conforme as condições locais. Em locais onde chove muito, recomenda-se ao menos uma limpeza ao ano, que deve ser realizada na época mais seca. Já em locais onde chove com menos frequência, recomenda-se a limpeza ao menos 4 vezes ao ano.

 

Para realizar a limpeza dos módulos, fazemos as seguintes recomendações:

  • Não é necessário desligar o sistema para limpá-lo;
  • Não deve-se andar sobre os módulos;
  • Antes de limpar, deve-se realizar inspeção visual dos módulos. Caso detecte-se unidades com o vidro danificado, evite molhá-las;
  • A limpeza deve limitar-se à superfície dos módulos, não sendo necessário limpar a parte de trás;
  • Deve-se limpar os módulos primeiramente com água. Caso as impurezas permaneçam, deve-se utilizar detergente não abrasivo e equipamento do tipo esponja ou escova que não arranham a superfície dos módulos;
  • Não deve-se utilizar jato de água de alta pressão;
  • Pela natureza do processo, os módulos tendem a ficar mais quentes que a temperatura ambiente. Para evitar choques térmicos causados pelo contato com a água, recomenda-se que a limpeza seja realizada no início da manhã ou no fim da tarde.

Monitoramento e outros procedimentos

Além da limpeza, principalmente em sistemas instalados no solo, é importante sempre inspecionar a vegetação do entorno. Às vezes o crescimento de ramos de árvores pode causar sombra nos módulos ou até mesmo causar danos físicos nas fiações, prejudicando o sistema.

A tecnologia de monitoramento remoto dos sistemas fotovoltaicos possibilita a obtenção de dados em tempo real com o auxílio de computador ou até smartfone. Desta forma, o monitoramento é uma excelente ferramenta para rapidamente avaliar o desempenho do sistema e detectar problemas.

A Astra Solar faz questão de monitorar semanalmente o sistema de todos os seus clientes, notificando-os sempre que seja detectado algum comportamento anormal e buscando a solução para o problema o mais rápido o possível.

Siga as nossas recomendações e mantenha o seu sistema gerando energia renovável em alta performance! Dúvidas? Entre em contato conosco!

 

mm
Jorge Barbi

Formado em Engenharia de Energia pela PUC MG com complementação na Lawrence Technological University (EUA), conta com experiência profissional nacional e internacional na área de energias renováveis, nas empresas Landfill Energy Systems (atual Aria Energy – EUA) e Methanum Resíduo & Energia.