Reduzir a conta de luz pode não estar entre as prioridades na rotina de um executivo, mas saiba que é uma das formas mais eficazes de redução de custos. Isso porque a energia custa muito caro no Brasil e existem diversas formas bem simples de tornar o seu consumo mais eficiente, limpo e barato.

Confira abaixo cinco dicas essenciais para quem quer atingir esse objetivo!

5_dicas_essenciais_para_reduzir_a_conta_de_luz_da_sua_empresa.jpg.jpeg

1. Faça uma auditoria consciente do seu consumo de energia elétrica

O primeiro passo para reduzir a conta de luz de uma empresa é a realização de uma auditoria do consumo de energia do local.

Essa análise servirá para entregar um relatório completo do consumo energético da sua empresa. Onde se gasta mais e onde se gasta menos, o que pode ser alterado e o que deve ser mantido.

Você mesmo pode fazer uma auditoria junto com seus colaboradores. Assim, todos adquirem mais noção de como a energia elétrica é usada na empresa.

Esse é o primeiro passo para o estabelecimento de uma cultura de consumo consciente na sua empresa e claro, para obter uma redução considerável na sua conta de luz.

2. Substitua suas lâmpadas por lâmpadas LED

Quem quer reduzir a conta de luz, seja de casa ou da empresa, precisa abraçar de vez o conceito de eficiência energética. Afinal, isso tem tudo a ver com poupar mais e ser mais amigável ao meio ambiente. E poucas coisas são tão eficientes em termos de energia quanto as lâmpadas LED.

As lâmpadas incandescentes costumam aproveitar apenas 8% da energia que consomem para gerar luz, com os outros 92% sendo desperdiçados na forma de calor.

Já as lâmpadas LED aproveitam 100% da sua energia com a geração de luz, sendo muito mais eficientes, sustentáveis e possibilitando uma economia enorme na sua conta de luz.

3. Instale sensores de presença

Uma estratégia que muitas empresas já utilizam para reduzir os gastos com a conta de luz é a instalação de sensores que desligam e religam as lâmpadas dos cômodos conforme o movimento detectado pelos sensores.

Isso limita a utilização de eletricidade para alimentar as lâmpadas apenas quando for estritamente necessário. Assim, o desperdício de energia é reduzido, já que luzes acesas desnecessariamente são responsáveis por grande parte da conta todo mês.

4. Economize com o ar-condicionado

O uso do ar-condicionado é um dos principais inimigos para quem quer reduzir a conta de luz. Por isso, mantenha os filtros do equipamento sempre limpos, já que o ar-condicionado precisa trabalhar mais caso eles estejam sujos.

A variação de um grau no ar-condicionado pode causar um aumento de até 8% no consumo de energia do aparelho. Portanto, lembre-se disso quando for colocar a temperatura muito baixa.

Além disso, equipamentos mais modernos, do tipo VRF, podem reduzir o consumo em até 40%. Esses aparelhos proporcionam economia de energia porque atingem a temperatura desejada mais rapidamente, e a mantêm constante, com pouca oscilação.

5. Instale painéis de energia solar

Hoje em dia já é mais barato gerar a sua própria energia do que comprar de uma distribuidora, como é o caso da empresa que fornece a energia para nossas casas e empresas.

Dessa forma, uma das melhores maneiras para reduzir a conta de luz pode ser a instalação de painéis de energia solar na sua empresa.

Além de produzir a própria energia, o sistema atual de transmissão energética no Brasil possui uma vantagem bem interessante: caso você produza energia a mais do que é necessário com seus painéis solares, é possível liberar esse excedente na rede elétrica. Esse é o conceito de geração distribuída.

Assim, uma espécie de “saldo” vai sendo construído pela empresa. Quando você precisar utilizar novamente a energia elétrica da rede de distribuição, receberá descontos com base nesse saldo de energia disponibilizada.

Gostou das nossas dicas sobre como reduzir a conta de luz da sua empresa? Qual dessas dicas é a mais interessante para o seu perfil de empresário? Conte pra gente nos comentários abaixo!

mm
Lucas Mendes

Formado em administração de empresas, por dois anos se dedicou a um MBA pela IESE Business School da universidade de Navara (Espanha). Atuou na Schneider Electric, empresa global especialista em gestão de energia e em bancos de investimento e fundos de capital de risco com foco nos setores de energia e infra-estrutura.