Para minimizar o tempo de retorno do investimento, é muito importante maximizar a eficiência do seu sistema fotovoltaico, pois assim gera-se mais energia e consequentemente paga-se menos ao final do mês. Para auxiliar o consumidor neste aspecto, preparamos este post listando os fatores que impactam na eficiência de um sistema fotovoltaico.

quais-fatores-impactam-na-eficiencia-de-um-sistema-fotovoltaico

Escolha do local e posicionamento dos painéis

A escolha do local para a instalação e o posicionamento dos painéis são fatores extremamente decisivos na eficiência do sistema. O ideal é escolher locais livres de estruturas que possam causar sombreamento a qualquer horário do dia, tais como árvores, ressaltos e edificações vizinhas. Uma vez que estamos situados no hemisfério Sul, o ideal é que os painéis estejam orientados para o norte, de maneira que aproveite-se ao máximo a irradiação ao longo da trajetória do Sol. Já a inclinação depende da distância do local em relação à linha do Equador. Em Belo Horizonte por exemplo, a inclinação dos painéis deve ser de cerca de 20°.

Dimensionamento correto

O dimensionamento do sistema remete-se, dentre outros, à determinação qualitativa e quantitativa dos componentes a serem utilizados. Neste aspecto, é muito importante que os painéis e o inversor selecionados apresentem capacidades compatíveis, bem como sejam configurados de maneira adequada. Caso contrário, por exemplo, os painéis podem gerar mais corrente elétrica do que o inversor pode converter, resultando no desperdício de parte da energia gerada. Para dimensionar adequadamente o sistema, devem ser avaliados o histórico de consumo energético e as condições do local disponível para instalação dos painéis. Normalmente, com a ajuda de softwares específicos, todas as informações necessárias para o dimensionamento do sistema podem ser obtidas na última conta de luz do consumidor. Em alguns casos é necessária uma visita técnica ao local, por exemplo para confirmar a possível presença de interferências que poderiam causar sombreamento. Assim sendo, na etapa de dimensionamento e projeto não é necessário fazer nenhuma requisição de informações à concessionária!

Condicionamento e manutenção dos painéis

Os painéis fotovoltaicos vêm evoluindo muito ao longo dos anos, sendo disponibilizados no mercado equipamentos cada vez mais eficientes. No entanto, para de fato obter os níveis de eficiência indicados  pelos fabricantes, é necessário garantir a  ventilação adequada dos painéis, bem como manter limpa a superfície dos mesmos. Em relação à ventilação, deve-se garantir a circulação de ar nas estruturas para que evite-se o superaquecimento dos componentes elétricos dos painéis. Em sistemas instalados no solo, normalmente esta condição é otimizada em relação às instalações em telhados devido à maior área de circulação de ar. Em relação às superfícies dos painéis, as chuvas ajudam a mantê-las limpas, mas para garantir a máxima performance recomenda-se limpá-las manualmente ao menos uma vez por ano.  

Distância do sistema ao medidor de energia

A distância entre o sistema e o medidor de energia não necessariamente afeta a eficiência do sistema, visto que o projetista irá determinar o diâmetro adequado dos cabos de energia no momento do dimensionamento. No entanto, o ideal é instalar o sistema próximo ao medidor, para evitar condutores de bitolas grandes e consequentemente reduzir os custos do projeto.

Como podem ver, são vários os fatores que determinam a eficiência dos sistemas fotovoltaicos, por isso é importante selecionar bem a empresa na hora de investir. Caso ainda haja alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário e lhe responderemos o quanto antes!

Elisa Meira Bastos